Anestésico Xylestesin 2% com Vasoconstritor - CRISTÁLIA

Cód.: CRX5612B
Cód Fabricante:
  • Solução injetável 20 mg/mL com norepinefrina 1:50.000;
  • Caixa contendo 50 tubetes de 1,8 mL.

 

Atenção: Este aviso não garante a reserva do produto, por isso, quanto mais breve for seu acesso no site maior a possibilidade dele estar disponível.
Valor do produto sujeito a alteração após reposição do item no estoque.

Detalhes da Lidocaína Xylestesin 2% Injetável CRISTÁLIA

XYLESTESIN É UM MEDICAMENTO, SEU USO PODE TRAZER RISCOS, PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. MEDICAMENTOS PODEM CAUSAR EFEITOS INDESEJADOS, EVITE A AUTOMEDICAÇÃO: INFORME-SE COM O FARMACÊUTICO. 

O que é Xylestesin com vaso?

O Xylestesin com vaso é o anestésico odontológico mais usado devido às suas excepcionais propriedades como latência extremamente curta, grande margem de segurança e excelente tolerância clínica, local e sistêmica. 

O Xylestesin 2% Carpules é indicado para anestesia local em odontologia e pequenas cirurgias. 

Contraindicação do Anestésico Xylestesin 2% com Vasoconstritor

  • Hipersensibilidade aos anestésicos locais do tipo amida ou aos outros componentes da fórmula. 
  • A norepinefrina é contraindicada em pacientes com tireotoxicose ou doença cardíaca grave, particularmente quando a taquicardia está presente. 
  • Deve-se evitar o uso de norepinefrina em anestesias nas áreas do corpo supridas por artérias finais ou com comprometimento do suprimento sanguíneo como dedos, nariz, ouvido externo, pênis, etc. 
  • Categoria de risco na gravidez: B. 
  • Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. 

Cuidados e Advertências com o Anestésico Xylestesin 2% Cristália

  • Dentistas que utilizam anestésicos locais devem ser conhecedores do diagnóstico e manejo das emergências que possam surgir da sua utilização. 
  • Equipamento de ressuscitação, oxigênio e outros fármacos para ressuscitação devem estar disponíveis para uso imediato. 
  • Para minimizar o risco de injeção intravascular, deve ser feita aspiração antes da solução de anestésico local ser injetada. Contudo, a ausência de sangue na seringa não assegura que a injeção intravascular será evitada. 
  • Deve-se ter cautela ao administrar lidocaína com vasoconstritor em pacientes com doença cardíaca isquêmica, choque grave, bloqueio cardíaco, função cardiovascular prejudicada ou doença hepática. 
  • Pacientes com doença hepática tem um risco maior de desenvolver concentrações plasmáticas tóxicas, devido a sua inabilidade de metabolizar normalmente os anestésicos locais. 
  • Se forem utilizados sedativos para reduzir a apreensão do paciente, doses reduzidas de Xylestesin® 2% com vasoconstritor devem ser usadas, já que os anestésicos locais, como sedativos, são depressores do sistema nervoso central, que em combinação podem ter um efeito aditivo. 
  • A lidocaína deve ser usada com cuidado em pacientes tratados com antiarrítmicos, como a tocainida, pois os efeitos tóxicos são aditivos, bem como em pacientes usando betabloqueadores, cimetidina e digitálicos. 
  • As soluções que contém norepinefrina devem ser usadas com extremo cuidado em pacientes recebendo inibidores da monoaminoxidase ou antidepressivos tricíclicos, pois podem provocar hipertensão ou hipotensão prolongada. 
  • O uso concomitante de fármacos contendo um vasoconstritor como a norepinefrina, com um agente betabloqueador adrenérgico (ex: propranolol, timolol) pode resultar em hipertensão dose dependente e bradicardia com possível bloqueio cardíaco. 

Posologia do Anestésico Xylestesin 2% com Vaso

  • Bloqueio: 1,5 a 1,8 mL. 
  • Cirurgia: 3 a 5 mL. 
  • Dose máxima permitida: 7 mg/kg (limite máximo de 14 carpules). 
  • Se ocorrerem sintomas tóxicos leves, a injeção deve ser interrompida imediatamente. 
  • Crianças: a dose deve ser individualizada de acordo com o peso e idade da criança. Não ultrapassar a dose máxima permitida de 7 mg/kg. 
  • A dose deve ser reduzida em idosos, pacientes debilitados e em pacientes com cardiopatias e hepatopatias. 
  • Registro ANVISA: 1.0298.0384-001-6. 

Composição do Anestésico Lidocaína com Vaso 2%

Cada mL contém: 

  • Cloridrato de lidocaína (equivalente a 17,3072 mg de lidocaína) 20 mg. 
  • Hemitartarato de norepinefrina (equivalente a 0,02 mg de norepinefrina) 0,04 mg. 
  • Veículo estéril q.s.p. 1,0 mL. 
  • Excipientes: edetato dissódico, bicarbonato de sódio, cloreto de sódio, metabissulfito de sódio, metilparabeno e água para injetáveis). 
  • Observação: cada carpule de Xylestesin® 2% com norepinefrina contém 36 mg de cloridrato de lidocaína (equivalente a 31,153 mg de lidocaína) e 0,072 mg de hemitartarato de norepinefrina (equivalente a 0,038 mg de norepinefrina). 

Bula