Anestésico Neocaína 0,5% sem Vasoconstritor - CRISTÁLIA

Cód.: CRI20514B

Embalagem com 10 unidades.

Atenção! Este produto possui venda restrita ao profissional prescritor, devidamente inscrito em Conselho de Classe.

R$360,00
7x de R$51,43 sem juros
Esgotado
Calcular frete e prazo

O prazo de entrega inicia-se após a confirmação de pagamento.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

É UM MEDICAMENTO, SEU USO PODE TRAZER RISCOS, PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. MEDICAMENTOS PODEM CAUSAR EFEITOS INDESEJADOS, EVITE A AUTOMEDICAÇÃO: INFORME-SE COM O FARMACÊUTICO.

 

COMPOSIÇÃO

  • Cada mL da solução injetável de Novabupi® sem vasoconstritor contém:
  • cloridrato de levobupivacaína ...................... (em excesso enantiomérico de 50%) 5,0 mg
  • veículo estéril q.s.p. .....................................................................................................1ml
  • Excipientes: cloreto de sódio, metilparabeno, água para injetáveis.
  • Registro MS n° 1029803150028

 

CONTRAINDICAÇÕES

A Novabupi® é contraindicada em pacientes com história conhecida de hipersensibilidade ao fármaco ou a qualquer agente anestésico do tipo amida, ou a outros componentes da fórmula. Para mais informações, vide a bula.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

A Novabupi® deve ser usada com cuidado em pacientes que estejam sob tratamento com outros anestésicos locais ou substâncias relacionadas estruturalmente aos anestésicos locais do tipo amida, pois os efeitos tóxicos podem ser aditivos. Embora não tenham sido conduzidos estudos clínicos, é provável que o metabolismo de levobupivacaína possa ser afetado pelos indutores conhecidos do CYP3A4 (tais como a fenitoína, fenobarbital, e rifampicina), inibidores do CYP3A4 (antimicóticosazólicos, como o cetoconazol; certos inibidores da protease, como o ritonavir; antibióticos macrolídeos, como a eritromicina; e antagonistas do canal de cálcio, como o verapamil), indutores do CYP1A2 (omeprazol) e inibidores do CYP1A2 (furafilina e claritromicina). Para mais interações, vide a bula.

 

POSOLOGIA

A injeção rápida de grande volume de solução de anestésico local deve ser evitada, devendo ser usada sempre doses adicionais fracionadas (incrementais). As doses variam de acordo com o local de aplicação e resultado esperado, para mais informações, vide a bula.

 

REAÇÕES ADVERSAS

Reação muito comum (> 1/10 - ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): hipotensão, náusea, dor pós-operatória, febre, vômito, anemia.

Reação comum (> 1/100 e < 1/10 -ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): prurido, dor, cefaleia, constipação, vertigem, e angústia fetal.

Para mais informações, vide a bula.

 

  • Cloridrato de bupivacaína 0,50% Sem vasoconstritor. - Embalagens contendo 10 frascos-ampola de 20 mL em estojo esterilizado;
  • A bupivacaína causa um bloqueio reversível da propagação do impulso ao longo das fibras nervosas, através da inibição do movimento de íons sódio para dentro das membranas nervosas;
  • Único do mercado com sistema Sterile Pack (sistema patenteado Cristália onde utiliza-se a tecnologia de esterilização por peróxido de hidrogênio). Produtos são embalados individualmente com informações de lote e validade em cada unidade, além do código datamatrix que oferece rastreabilidade.
  • A bupivacaína é indicada para a produção de anestesia local ou regional ou analgesia para cirurgia, procedimentos de cirurgia orificial, procedimentos diagnósticos e terapêuticos, e para procedimentos obstétricos;
  • Vias de administração: Infiltração local e perineural, bloqueio nervoso, anestesia caudal e peridual. Não está indicado para raquianestesia;
  • Contra-indicação: As soluções de cloridrato de bupivacaína são contraindicadas em pacientes com conhecida hipersensibilidade a anestésicos locais do tipo amida ou a outros componentes da fórmula;
  • As soluções de cloridrato de bupivacaína são contraindicadas em associação com anestesia regional intravenosa (Bloqueio de Bier) uma vez que a passagem acidental de cloridrato de bupivacaína para a circulação pode causar reações de toxicidade sistêmica aguda. O cloridrato de bupivacaína 7,5 mg/mL é contraindicado em pacientes obstétricas;